logomarca

A Atuação do Espírito Santo na vida dos servos de Deus.

imprimir tamanho da letra: A- normal A+
“Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam. Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido”. 1 Coríntios 2:9-15
 
Não podemos imaginar tudo que Deus tem reservado para nós, tanto nesta vida como na eternidade. O Espírito Santo nos conforta, cuida de nós, trata de nossa situação. Mas para que isso aconteça, é necessária uma entrega a Deus e a Sua vontade simplesmente partindo do princípio da fé. Hebreus 11:1 “Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem.”!
 
Para que Deus aja na nossa vida, preciso primeiro crer. Se nós não abrirmos o nosso coração com fé, crendo que Deus vai fazer o que ele quiser conosco, e se não haver uma entrega incondicional a Ele, nada acontece. 
 
A entrega incondicional a Deus é responsável por quebrar a inércia da incredulidade liberando a fé no espírito. Sem entrega a fé é subtraída, com a entrega a fé é multiplicada. A entrega corresponde a uma manifestação sobrenatural de fé, cujo resultado é a solidez e edificação do caráter para um viver centrado no propósito de Deus, e nos possibilita receber a herança reservada aos que crêem. E a atuação do espírito Santo em nossa vida depende da nossa entrega. E uma entrega corajosa. Por meio da entrega podemos crescer de fé em fé, ou seja, passar de um grau a outro.
 
Abraão se apoiou em Deus “E creu Abraão no Senhor, e o Senhor imputou – lhe isto como justiça”. Gen.15:6.
 
Para que o propósito de Deus se cumprisse em Abraão, foi necessária uma entrega total dele para com o Pai. Abraão foi enviado para terras distantes, entregando a Deus um futuro que aos olhos humanos era incerto, mas que na verdade fazia parte do propósito de Deus. E a entrega teve sua prova maior quando Deus pediu o sacrifício de Isaque.
 
Isaque se entregou no altar conscientemente sem discutir, ele sabia que iria morrer. O ato de entregar-se no altar é mais vantajoso que a incredulidade por causa dos resultados. Em todas as experiências existem as falsas e as verdadeiras. A entrega de Isaque no altar foi prova irrefutável de que quando o homem se entrega de verdade, Deus entra com a providência e o trato para com seus filhos.
 
O nosso sacrifício hoje se resume numa entrega total a Deus, nos afastando das coisas do mundo e aproximando das coisas celestiais. "Apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus que é o vosso culto racional. "Romanos 12:1 É deixar as coisas do mundo e buscar a Deus em espírito e em verdade. E a nossa forma de pensar quanto à atuação do Espírito Santo precisa ser revista a cada instante. Deus nos quer revelar uma intimidade tão grande com o Espírito Santo, mas para isso é, preciso crer n'Ele e nos deixar se guiados por Ele. “Pois todos que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus” (Romanos 8.14) Quando somos guiados pelo Espírito Santo, Ele nos leva a experiências incríveis. Mas isso só vem com a abertura de nosso coração e com a oração de um sacerdote (pastor), que com a imposição de mãos libera a autoridade do Espírito Santo sobre nós.
 
A imposição de mãos é o antepenúltimo mover do Espírito antes dos tempos de refrigério. O Diabo tem detido este rudimento da doutrina. A todos os que Jesus curava, primeiro lhes tocava. Desde o princípio Deus usou a imposição de mãos como um ponto de contato sobrenatural poder de criação do Espírito Santo que estava sobre ele e isto fazia fluir dele cura, transformação e conscientização. Deus tocou em Adão e este dormiu profundamente; o seu profundo sono resultou numa obra formada genuinamente por Deus. Abraão na ocasião de um novo pacto passou por um profundo sono depois que lutou contra as aves de rapina. Elias passou por experiências profundas em sonhos com anjos de Deus. Mais foi Daniel quem teve maiores experiências com imposição de mãos, além de Isaías. (Is. 6:1-3).
 
Não podemos descaracterizar a realidade da existência do ser completo do homem: Espírito, alma e corpo. Muitas vezes desconhecemos o que passa no mundo do espírito humano. Por mais que possamos sentir o que passa em seu psique. Para que o Espírito Santo atue em nós, precisamos estar prontos para as experiências espirituais que Deus separou para nós. E isso muitas vezes vai de contra ao que aprendemos e que acaba afetando a nossa fé, nos fazendo duvidar da atuação do Espírito Santo sobre nós e acaba nos privando de conhecer essa magnífica experiência. Mas o Espírito Santo sempre atuou nos seus filhos, e essa operação divina no ser humano é distinta e sobrenatural.
Deixe seu comentário
Sem comentários cadastrados.